segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O circo maior que o pão

A recente polêmica do estupro no Big Brother Brasil, na sua 12ª Edição, mostra a profundidade intelectual em que vive o Brasil neste início de século XXI. Com sua economia sólida, sua democracia a caminho de uma estabilidade jamais vista, o povo continua alheado dos problemas reais, mas totalmente comprometido com as questões menores. Se Luiza está ou não no Canadá, se a piada teve ou não graça, se é prudente criticar o humorista…

Há poucas reações contra os estamentos que se beneficiam da falta de vigilância. Há poucas reações contra os estamentos que se insurgem contra a vigilância, no caso do judiciário. Há reações pequenas contra a tragédia anunciada do caso da desocupação dos invasores de terras… mas há uma comoção nacional por causa do comportamento de personagens daquele programa da TV.

A emissora quis esconder, fez que nada teve, mas o público foi atrás. A emissora reagiu, e gostou: recordes de audiência…

A lei que não é votada, o compadrio que toma conta, a verba que não chega ao destino… nada parece comover o brasileiro. Se fosse a verba de uma novela que não chegasse ao destino talvez a população se engajasse mais. Se fosse Sucupira o país real, talvez os brasileiros se indignassem mais. Se os casos de desvios de verbas fosse apresentados como um reality show… Mas aí é que estaríamos perdidos mesmo: o povo poderia querer repetições ad eternum, para seu próprio deleite, dos escândalos palacianos…

O pão foi garantido pelo Fome Zero, seja lá o que isso quer dizer. O país viceja em suas contas, já estamos quase sendo convidados a entrar nos Estados Unidos pela porta da frente, sem visto, essa é a promessa, veja só… Nós, que tivemos um embaixador que teve de tirar os sapatos para poder entrar naquele país. E foi tão grave que não teve carteirada.

- Você sabe com quem está falando???

Óbvio que sim.

Macunaíma, o rei da preguiça, iria adorar este país em que o circo é tão mais importante que o pão… O herói brasileiro talvez tivesse companhia na indolência em relação a tudo… Menos à novela e ao BBB…

Nenhum comentário:

Postar um comentário