sábado, 12 de março de 2011

Relato do terremoto no Japão – Update

Por Thiago Junqueira de Castro Bezerra

 

Update 02
Tóquio, 12 de Março de 2011 - 10:04 PM
Finalmente, após mais de 26 horas dentro de um carro, conseguimos chegar em Tóquio!
No caminho conseguimos encontrar uma loja de eletrônicos aberta, que estava com um estoque curtíssimo e fechando, era umas 3 da tarde, onde consegui comprar um carregador de celular para usar no carro. Só assim, consegui ligar para alguns e responder uns poucos e-mails, fora que foi a primeira vez que vi fotos e vídeos do que o tsunami causou. Até então, só tinham notícia pelo rádio, quando tínhamos um sinal. É realmente impressionante e de tirar o fôlego. Recebi mais algumas informações de Sendai e muitos vão dormir nos abrigos hoje de novo. E eletricidade está voltando aos poucos em poucos pontos, pelo que estão escrevendo no Facebook.
Pelo que vi no caminho para cá e do que estou vendo na TV agora, Tóquio está funcionando normalmente. Porém, estou perto da estação de Ueno, não posso falar do local como um todo.
Só para refrisar, onde morarmos em Sendai os danos foram mínimos, por ser uma região central, razoavelmente longe da costa e com construções mais novas e resistentes.
Outras informações que tive, foi de um incêndio em uma escola e um vazamento de gás, isto em Sendai. Em Chiba está uma situação tensa por que teve um incêndio numa fábrica de produtos químicos e há riscos de chuva tóxica devido aos mesmos. Sobre a usina nuclear de Fukushima, foi isolado um raio de 20km em torno dela, e o anuncio oficial é que há risco de vazamento de elementos radioativos para o ambiente, está tudo dentro das contenções de segurança. A explosão foi fora dessas contenções. Não acreditem em tudo o que dizem por aí!
Ainda não consigo ligar para o pessoal de lá, mas constantemente mandam e-mails ou posts.
Esperamos voltar amanhã, e não vejo a hora de voltar e ver como todos estão...
Entro em contato se tiver notícias novas!
Thiago
10:20 PM - incrivelmente ainda podemos sentir pequenos tremores agora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário