terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Estrela de Orion – quase um Big Bang

Graças a uma visita e um comentário neste espaço de mal-digitadas (o Efemérides), conheci o excelente Estrela de Orion, de onde só consegui sair à força. Sabe aquela sensação que se tem perante o guarda-chuva: “como é que eu não pensei nisso?”. Pois é. Parece que ali, em vez de uma estrela, há um buraco negro, que atrai, com seu enorme poder gravitacional, aquelas idéias que ao menos eu gostaria de ter. E os textos, aqueles que eu queria escrever, ou que queria achar, ou que queria ouvir, ou que…

A blogosfera é uma imensa mina. É preciso garimpar, é preciso procurar. Neste caso, tropecei na pepita. E lembrei deste meu próprio testemunho (textomunho??? infame!!!), publicado aqui. Aquele blog é um princípio ativo, é um dos que fazem a diferença.

Sei… é apenas minha forma de ver. Pode não ser para outros. 

Quer saber? E daí? Adorei.

5 comentários:

  1. Oi Renato!
    Depois desta incrível "explosão" de elogios (nem sou merecedora de tanto...), só me resta agradecer a você palavras tão sinceras!
    Massagem no ego faz bem para qualquer um...rsrs.

    Deixa eu aproveitar e te dar um toque: na nuvem de tags do seu blog, clique em alguma palavra acentuada ou com "ç". Depois me fala, OK?
    Beijo pra você, meu mais recente amigo!

    ResponderExcluir
  2. Olha, sou muito parcimonioso ao tecer elogios. Mas realmente gostei muito do seu blog. Aí...

    Quanto à nuvem de tags, está mais para um cumulus-ninbus, pois desde que coloquei ali está com falha nos caracteres especiais. Mas o tempo, ah, o tempo... Vou consertar (ou seja, mais trabalho para a Super-Rô).

    Depois eu mando um convite de umas redes que estou criando, já que saí do orkut (despejado por falta de pagamento).

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com ciúme!!

    Só não fico brava por que o "Estrela" merece.. hehe

    Você está num mistério com essas redes que já estou roendo unhas!

    Amanhã dou uma xeretada no código da nuvem prá ver porque está com esse problema. Até desconfio, mas depois te falo.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Eu falei! A Rô ajuda até mesmo antes de pedirmos ajuda...

    Brigado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi meus queridos!

    "Tia", fica com ciúme não!! O coração do Renato é igualzinho a coração de mãe: sempre cabe mais um...

    Em relação à cirrostratus, acho que o problema da acentuação e cedilha acontece porque o código foi criado para usar no idioma inglês (vixi...tô me achando!!!).

    Eu tirei os dois na nuvem do meu blog e as postagens apareceram. Corrige aí se eu estiver errada, ok?

    Beijos pros dois!

    ResponderExcluir