domingo, 14 de dezembro de 2008

Marcas do que se foi

Uma música, de uma época ainda romântica, e que pode receber o epíteto de “brega”. Mas que, sem dúvida, marcou época para muita gente e infelizmente foi sendo, aos poucos, substituída pelos “tchans” da vida.

Acredito que as mensagens que passamos têm o dom de contágio, imediato ou em conta-gotas. É uma espécie de programação neuro-lingüística natural. Assim, importante cuidarmos da mensagem que passamos.

O vídeo abaixo é uma dessas mensagens, e nunca será menos que atual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário