domingo, 18 de maio de 2008

Mágicas

Estou na sala de embarque de Congonhas. A situação está quase como antes da queda do avião 3054 da TAM. Muita gente, o saguão lotado, mudanças de portões de embarque... Mas não está mais nos noticiários.

É preciso aplaudir os tecnocratas: resolveram todos os problemas. Se antes o equipamento dos controladores estava defasado, quebrado, em péssimas condições, parece que agora não está mais. Contrariando Lavoisier.

Com um passe de mágica, acabou o overbooking, o grooving apareceu, a extensão da pista bastou. As companhias aéreas passaram a se comportar, e não há mais problemas.

Para inglês ver? Calaram-se os descontentes, a imprensa deixou de divulgar problemas, os risco sumiram.

Até que o próximo avião caia, a verdade está encoberta. A bagunça que vimos não some assim, sem mais nem menos. Ela foi escondida, foi sufocada. Mas, se risco havia, risco ainda há. É o MINIVER, o Ministério da Verdade orwelliano atuando.

Espero ser desmentido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário