sexta-feira, 23 de maio de 2008

Jefferson Peres

Morreu um grande brasileiro. Que, apesar de grande, era político. Senador, era um dos arautos da moralidade, ao lado de Pedro Simon. Excluindo-se cores partidárias, lutava pelo que achava certo, o que não é pouco.

Ainda há poucas pessoas que colocam o país acima de tudo. Hoje o mantra é o partido, ou o poder, ou o interesse. Mas não para Peres que, na sua calma e comedimento, lutava pelos nossos interesses maiores.

Isto o beneficiou? Não sei monetariamente, mas acredito que fazer a coisa certa seja um bálsamo para pessoas como ele.

O Brasil ficou menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário