sábado, 25 de agosto de 2007

Julgamentos

O Supremo Tribunal Federal vai aceitando denúncias contra os 40 acusados no episódio do mensalão. Já é um passo. Mas é somente um passo. Não basta que a denúncia seja aceita, o processo precisa chegar ao final. E não basta chegar ao final, precisaria chegar célere.

Quando se analisa o comunismo, conclui-se que é uma utopia. Mais pelos resultados da história que pelas idéias contidas. A grande "salvação da pátria" é a democracia. Truco.

Vai chegar a hora na história em que se concluirá que a democracia também é uma utopia. Melhor que o comunismo? Talvez. mas tão ináplicavel quanto. O sistema é essencialmente corrupto, na medida em que votamos naqueles que, intuimos, trarão maiores benefícios para nós. E não falo aqui em termos ideológicos. É em termos materiais mesmo.

Nas eleições, funcionários de empresas estatais não votam em determinado candidato que se diga favorável a privatizações. Milhares votam em quem lhes prometa um emprego. Ou naquele que construiu uma ponte. Ou...

Não temos maturidade, de uma forma geral, para votar em programas, em ideologias, em linhas estratégicas, sem avaliar: como isto me afetará? A percepção financeira é sempre dominante. E quanto maior a falta de educação, tanto maior é essa percepção.

A revista Veja desta semana trouxe uma interessante matéria sobre o assunto ética. Basta lê-la (faz menção a um livro) para entender porque o Brasil é este Brasil.

Ou seja, dificilmente serão tomadas ações para que a justica se acelere, para que culpados sejam punidos, para que não haja reincidências. E, com isto, entende-se porque a educação é inimiga dessa democracia populista que grassa neste Brasil de Macunaíma.

Educação já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário