segunda-feira, 25 de junho de 2007

Resumo

A situação está da seguinte maneira:

  1. Renan Calheiros está avacalhando as investigações.
  2. Nunca a aviação brasileira foi tão segura. Quanto menos aviões no ar, menor a probabilidade deles caírem.
  3. Está a maior discussão em setores no governo. A dúvida é se o culpado pela crise aérea é Santos Dumont, ou são os irmãos Wright.
  4. Marta sofreu atrasos no vôo. Será que relaxou?
  5. Renan Calheiros dá uma boiada para não sair dessa briga do senado.
  6. O trânsito de São Paulo está ruim por causa da properidade. Em alguns dias, a prosperidade é maior, muito maior.
  7. Passageiros que não conseguem voar até as nuvens seguem o conselho de Marta.
  8. Renan Calheiros está sendo cogitado para Ministro da Agricultura, com os maiores índices de produtividade da história.
  9. O PAC caiu no esquecimento, não avacalhado, mas empacado.
  10. José Sarney, que é de Alagoas, acha que as histórias contra Renan Calheiros são "papo para boi dormir".
  11. A China, que está com uma das maiores "taxas de prosperidade" do planeta quer contratar Guido Mantega com consultor internacional para problemas diversos.
  12. Está explicada a grande velocidade de raciocício do senador Suplicy. Quando a coisa está bem quente, ele simplesmente relaxa.
  13. O governo vai inaugurar a TV pública com um programa matinal sobre sexo, e já tem nome certo para apresentá-lo.
  14. Segundo José Simão, agora as siglas significam: TAM: Tomara que Atrase Mesmo e Varig: Viações Aéreas Relaxe I Goze. E, ao final de cada vôo da Gol, o comissário anuncia: "-Obrigado por escolher a Gol. Foi bom para você?"
É o país da piada pronta, tem razão o Simão. Que, para encerrar, disse que o passageiro só tem motivos para lembrar de Santos Dumont quando está no aeroporto: ou está no avião, ou está olhando o relógio de pulso. Era um visionário...

Nenhum comentário:

Postar um comentário