sábado, 12 de maio de 2007

Metas

Uma das maiores demonstrações de força de vontade já registradas.

Gabriela Andersen Scheiss, nas Olímpiadas de Los Angeles, em 1984, cruzou a linha de chegada e caiu, sem sentidos, como se seu objetivo fosse somente chegar. Observe que ela entra no estádio já exausta, dando mostras de que não está agüentando.

Mas segue na persecução de sua meta, que era chegar. Não interessava mais a colocação, o objetivo era chegar.

Dizem que ela chegou já sem sentidos. Está claramente sem orientação nos metros finais. Afasta os médicos que a querem socorrê-la antes da chegada. E segue no seu caminho.

Com que forças, não se sabe. Percebe-se, somente, que ela estava decidida a cruzar a linha de chegada.

O esporte nos dá esse exemplo de dedicação pessoal. Infelizmente, o vídeo está em japonês, e a emoção do narrador não pode ser captada.

Mas a imagem e a reação do público são eloqüentes.



Update: o vídeo não está mais disponível, percebi hoje (05/02/2008). Aqui, uma nova postagem, enquanto estiver no ar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário