quarta-feira, 9 de maio de 2007

Fácil demais...

Já que estou numa fase musical, uma que sempre me agradou.

Ela trata das conquistas que achamos serem necessárias uma única vez. Tratam do segundo plano a que relegamos algumas pessoas que são muito importantes. E tratam, subliminarmente, dos esforços que deveríamos fazer para reconquistar, todos os dias, essas pessoas tão importantes.

Tudo na vida são decisões. A decisão por fazer, ou por omitir. Por abster. Por virar as costas. Por tudo.

Algumas perdas são de nossa responsabilidade. É nossa ação, ou omissão, ou abstenção, ou inação...

Quem melhor que a Paulinha Toller para dizer o que estou sofregamente tentando?

Nenhum comentário:

Postar um comentário