quarta-feira, 16 de maio de 2007

Brasilidades

Lula
Finalmente Lula deu sua segunda entrevista coletiva. É a primeira do segundo mandato, e a segunda desde que assumiu seu primeiro mandato. A democracia agradece. E Lula foi muito bem. No sentido de que não perdeu a calma. Mas também não respondeu profundamente as questões. Ficou na cartilha marqueteira. Parecia Maluf, nos tempos em que perguntavam de contas no exterior e ele respondia falando sobre pontes e estradas construídas.

Positivos, mesmo: a entrevista, em si. É uma saudável prestação de contas. E o fato de Lula descartar reeleição. Não quer dizer nada, mas é um sinal de que pode ser o encerramento de polêmica.

Dólar
O dólar fechou a menos de R$ 2,00 ontem. É um marco importante, que o presidente do Banco Central acha que segue uma tendência mundial, de fortalecimento de moedas perante a note-americana. Exportadores reclamam, importadores celebram. É uma demonstração de estabilidade?

Mais Lula
O desempenho da economia, a melhora na rating do Brasil, os índices de aprovação... Lula está no céu, se sente no céu, e nem quer saber ouvir falar de probemas. Nunca antes neste país...
Mas a grande pergunta é: colocado nos trilhos desde as ações de Itamar Franco (estabilização da moeda), as de Fernando Henrique e as de Lula, o Brasil está crescendo no nível que poderia?
Diversos especilistas dizem que o crescimento poderia ser maior. Ou que o sofrimento poderia ser menor. Ou que a velocidade poderia ser maior... Enfim, nunca saberemos.

Mais IBAMA
O IBAMA está em greve. Contra mudanças no órgão. Será que o PAC atrasa por causa disto? Vejamos: leva quase 20 meses para a liberação de uma licença ambiental. Então, acho que não. Já está fora do cronograma.

Clodovil
Voltou atrás, pediu desculpas às mulheres. Mas o estrago já está feito.
Lembrando: nós escolhemos nossos representantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário